Esta página utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação, personalizar as aulas acadêmicas e desenvolver a investigação pedagógica. Se continuar consideramos que aceita a sua utilização. Aceito Política de cookies

ENTREVISTA COM PRESIDENTE DA ASME

O Prof. Gallen: “A dificuldade na educação médica está na natureza de traduzir o conhecimento para a prática e para o trabalho com pacientes”

De acordo como o Prof. Gallen, a prática baseada em evidências e as melhores práticas são temas centrais na ASME.

O Professor Derek Gallen é o presidente da Associação para o Estudo da Educação Médica (Association for the Study of Medical Education, ASME), com sede em Edimburgo, Escócia (Reino Unido). Ele assumiu o cargo em 2017 e tem se dedicado principalmente a aumentar a sua visibilidade tanto no Reino Unido quanto no exterior. Desde 2006, ele é o reitor de pós-graduação na Wales Deanery, facilitando a pesquisa em torno de padrões de educação e introduzindo a educação médica no currículo dos alunos. Ele é também o Diretor do Programa da Fundação do Reino Unido e integra o Conselho Consultivo de Educação e Treinamento do Conselho Médico Geral (General Medical Council). Ele comenta aqui sobre o currículo médico e sobre a avaliação e simulação clínica por ocasião de nossa afiliação institucional.

Exeter – 21 de fevereiro, 2019. Você poderia nos explicar o seu papel como presidente da ASME e os componentes fundamentais da associação? Quais os seus objetivos para 2019?

Como presidente, o meu trabalho é ser um embaixador para a organização. A ASME é uma organização de caridade e os seus objetivos são "atender às necessidades de educadores, alunos e legisladores através do apoio a bolsas de estudo, pesquisa e melhores práticas baseadas em pesquisa dentro da educação médica". Nós temos diversos grupos de interesse especial focados em aspectos específicos da educação médica. Os nossos principais grupos são o grupo de pesquisa educacional e o grupo de implementação educacional. Esses grupos realizam eventos anualmente para que nossos membros (e não membros) participem e obtenham as atualizações mais recentes.

Este ano, estamos tentando especificamente aumentar nosso perfil e filiações tanto no Reino Unido quanto em outros países. Também estamos procurando desenvolver promotores locais em outros países para divulgar o trabalho da ASME. Estamos particularmente interessados em ter representantes do seu país e podemos ajudar com materiais de publicidade a serem entregues em eventos locais. Nosso website apresenta os grupos de trabalho que temos e, claro, há as revistas Medical Education e The Clinical Teacher, que formam uma grande parte da divulgação da qualidade em educação à qual também estamos firmemente empenhados.

Nós nos filiamos recentemente à ASME. Que tipo de suporte e orientação podemos esperar de sua parte? Transformação e inovação são os temas principais do Encontro Científico Anual, a ser realizado em Glasgow. O que você pode nos antecipar a respeito do evento?

Estamos firmemente empenhados em apoiar os membros que não são do Reino Unido e esperamos que todos estejam recebendo nossas atualizações e revistas. Ficamos satisfeitos em receber quaisquer perguntas ou pedidos para ajuda dentro do escopo da educação médica. Ficaríamos felizes em ter mais participações na reunião científica anual e gostaríamos de receber uma delegação da Europa. Nós também gostaríamos de ter eventos com o logotipo da ASME e poderíamos ajudar com a organização e o conteúdo no seu país de agora em diante. A nossa conferência este ano terá boa presença, pois o tema é de grande interesse para todos que avançam o domínio da educação. É o destaque do ano para a ASME e reúne excelentes palestrantes e uma grande variedade de especialistas entre apresentadores de workshops e artigos. A programação completa estará disponível em breve em nosso website.

Como um especialista em padrão de educação, qual a sua opinião sobre ferramentas projetadas para medir não apenas o conhecimento, mas também a maneira como aprendemos? Você é a favor da avaliação da aprendizagem ou para a aprendizagem?

Esta é uma pergunta interessante e que não pode ser respondida de maneira simples ou em poucas frases, pois precisaria de uma conferência sobre o assunto! O que está claro, penso, é que precisamos de uma abordagem combinada para a aprendizagem e a avaliação. Nós estamos fixados em abordagens formativas e somativas, mas isso é mais ditado por exigências institucionais do que pela realidade. Revisões são no mínimo importantes para o aluno, mas temos muitos pontos artificiais que impulsionam a agenda do aprendizado em uma direção que não é necessariamente a melhor. A dificuldade na educação médica está na natureza de traduzir o conhecimento para a prática e para o trabalho com pacientes. O público precisa ser reassegurado de que aqueles que prestam assistência têm o conhecimento, as habilidades e as atitudes para fazer isso. Portanto, temos que avaliá-los. Mas será que as nossas ferramentas são totalmente adequadas para a prática? Trata-se de uma questão iterativa em evolução.

Você desenvolveu muitas novas soluções inovadoras de treinamento para médicos jovens na medicina acadêmica e na liderança. Quais são os principais desafios em relação à competência médica e ao currículo?

Os principais desafios de qualquer novo programa é a adesão daqueles que o realizam e credibilidade com o resto da profissão. Programas-piloto são uma boa maneira de tirar novas ideias do papel e obter o tempo necessário para provar (ou não) a sua eficácia. A mudança vem lentamente no NHS moderno!

Os médicos estão muito interessados agora em portfólios de carreira e estão à procura de outras oportunidades que se apresentam. Isso é muito positivo para eles, mas às vezes pode empobrecer a força de trabalho disponível. No entanto, as novas habilidades e conhecimentos que adquirem são, a longo prazo, inestimáveis para o serviço.

Habilidades de liderança estão à frente, mas muitos não compreendem bem os conceitos de liderança. Pensam que é sobre uma única pessoa, quando, na realidade, é para que todos possam liderar na sua área e trabalho. Precisamos promover esta abordagem e as responsabilidades que vêm com ela para todos que começam o curso de medicina.

Como podemos treinar futuros estudantes de medicina para enfrentarem situações sem evidências categóricas?

A prática baseada em evidências e as melhores práticas são temas centrais na ASME. Eles nos contemplam para assegurar que esta é a maneira que nós praticamos no local de trabalho. Devemos promover isso em todas as oportunidades e em cada palestra. No entanto, penso que a sua pergunta seja mais a respeito de como lidar com a incerteza. Ninguém pode saber tudo sobre medicina, nem mesmo superespecialistas em seu próprio campo. Nós precisamos ser capazes de ensinar como praticar e lidar com a incerteza de uma maneira positiva para que alunos e médicos entendam que isto é uma parte normal do dia a dia de trabalho. Que a segurança do paciente é o objetivo e que você precisa saber quem procurar para obter ajuda ou aconselhamento. A outra questão é que, se não há evidências, precisamos encontrá-las. Trata-se de uma grande oportunidade para a pesquisa e para superar barreiras.

De que maneira o treinamento online do raciocínio pode beneficiar o futuro médico clínico?

A simulação veio para ficar; na realidade, tudo o que estamos discutindo é quando e como, tão perto da realidade quanto possível, podemos transmiti-la. Ela tem implicações importantes para o verdadeiro trabalho de equipe. Ela faz com que os grupos parem de praticar em pacientes e permite aos grupos desenvolverem habilidades técnicas, comunicação de equipe e liderança em um ambiente controlado. Novas tecnologias estão surgindo a um ritmo acelerado e precisamos abraçá-las como adjuntas do ensino presencial, como um método para reduzir o tempo longe de pacientes em palestras didáticas. Somos confrontados com a vida real, em tempo real de treinamento em simulação, e isso deve ser bom.

 

Script Connect
Centro de atendimento personalizado

Colocamos à sua disposição um serviço de atendimento personalizado, através do qual pode obter suporte técnico e ajuda, tanto para a navegação dentro da página como para a utilização do programa.

Perguntas frequentes