Esta página utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação, personalizar as aulas acadêmicas e desenvolver a investigação pedagógica. Se continuar consideramos que aceita a sua utilização. Aceito Política de cookies

A Sociedade Brasileira de Cardiologia diz que 40 pessoas morrem de doença cardíaca a cada hora

As doenças cardiovasculares (DCV) chegam a atingir por ano mais de 300 mil vítimas, de acordo com a última projeção da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). A pesquisa, publicada durante o 73° Congresso Brasileiro de Cardiologia (2018), mostra que as DCV são as principais causas de morte no Brasil, responsáveis por mais de 30% do total de óbitos registrados. É uma epidemia e, embora a prevenção seja a primeira opção, o treinamento do raciocínio no reconhecimento de padrões e o fortalecimento do critério clínico pode ter um papel fundamental. Practicum Script aguça o julgamento crítico e o diagnóstico diferencial e é apresentada como uma ferramenta útil para reforçar a Cardiologia.

Madrid, 16 de outubro de 2018. A cada hora, 40 pessoas morrem em decorrência de doenças do coração no Brasil. Segundo a SBC, infartos e derrames (AVC), lideram as estatísticas tanto para homens, quanto mulheres. O estudo aponta que os AVC registraram em 2016, 362.091 óbitos e para 2018, até 31 de dezembro, a entidade estima 396.478 mortes. O presidente do Congresso, Nasser Sarkis, explica que nos homens, a doença se manifesta mais cedo, e nas mulheres de forma tardia, mas a estatística ao longo da vida é igual. Os dados são atualizados com base em um programa desenvolvido por as Faculdades de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. 

Para os homens, os infartos vêm em primeiro lugar com 68.018 mortes. Já os derrames, vitimaram 51.753 pessoas do sexo masculino, ao longo de 2016. Entre as mulheres, a situação se inverte com mais mortes por AVCs, 51.198 vítimas. Por infarto foram 48.104 mortes. Os dados revelam também que os atendimentos de emergências cardiovasculares nos hospitais do Brasil são 82,2% maiores do que os procedimentos agendados com antecedência e que homens acima dos 60 anos lideram tais atendimentos. O alerta fez parte do “Setembro Vermelho”, uma série de atividades que a SBC promoveu em todo o país levantando a bandeira da prevenção.

De fato, muitos casos de infarto podem ser prevenidos com uma dieta adequada, atividade física e controle do peso. Além disso, com a prevenção de doenças como diabetes, aterosclerose, dislipidemia e a hipertensão. Em geral, o colesterol elevado, estresse, hipertensão, sedentarismo, obesidade, tabagismo e álcool em excesso constituem fatores de risco para  este tipo de doenças. Com 720 casos de paradas cardíacas por dia no país, o coordenador do Centro de Treinamento em Emergências Cardiovasculares da SBC, Sergio Timerman, afirmou que a maioria dos hospitais estão sobrecarregados e despreparados; “precisamos investir”.

Practicum, um aliado potencial
Além da prevenção por parte do paciente, para os profissionais da área a simulação clínica é uma maneira de abordar essa realidade e de equipá-los com mais e melhores recursos. Practicum Script é uma ferramenta para treinar as habilidades reflexivas e traz uma segurança maior na tomada de decisões, além de reduzir falhas cognitivas que podem dar origem a erros médicos e encurtar o tempo de maturação experiencial dos médicos residentes. Entre seus principais benefícios estão: o aprimoramento do julgamento crítico, o aumento de diagnósticos diferenciais, a aceleração mental no reconhecimento de padrões e o fortalecimento de critérios clínicos em casos sem evidências categóricas.

Script Connect
Centro de atendimento personalizado

Colocamos à sua disposição um serviço de atendimento personalizado, através do qual pode obter suporte técnico e ajuda, tanto para a navegação dentro da página como para a utilização do programa.

Perguntas frequentes